10 tendências que vão moldar os negócios em 2022

Businesswoman networking using digital devices

Para acompanhar as principais tendêndias de negócios em 2022,  uma excelente alternativa é olhar o relatório Business Bets 2022, elaborado pela consultoria  Sparks and Honey de Nova York. O estudo se baseia nas tendências mapeadas pela plataforma de inteligência cultural Q no decorrer do ano.

Os pesquisadores analisaram profundamente cerca de 160 elementos culturais e identificaram as áreas que devem merecer maior atenção em 2022. Veja abaixo a síntese dessas observações em tópicos:

Áudio como um portal para o metaverso

Além da experiência visual, os sons também serão usados para transportar usuários a espaços virtuais, com a a juda de realidade aumentada. A Apple, por exemplo, incluiu como patente dos Airpods a capacidade dos usuários de criar ilusões a partir da fonte sonora. A tendência do segmento é de expansão.

Inteligência artificial na produção de remédios

As big techs demonstram um interesse cada vez maior pela área de saúdede. A Alphabet, controladora do Google, começou a trabalhar com produção de remédios com ajuda de IA. Farmacêuticas têm se aliado a empresas de tecnologia para descobrir novas ferramentas que ajudem na prevenção e cura de doenças. O valor do mercado do setor deve saltar de US$ 69,8 bilhões em 2020 a US$ 110,4 bilhões em 2025.

Cargo de Chief Heat Officer

As mudanças climáticas têm sido levadas a sério por muitas empresas, que tomam medidas concretas para ajudar a mudar esse cenário. A criação do cargo de “Chief Heat Officer” (“diretor de aquecimento global”, em tradução livre) é uma das novidades que podemos aguardar para 2022.

Produtos com pegada de carbono negativa

As diferentes tecnologias criadas para reduzir emissões ou compensar a pegada de carbono estão fazendo com que as empresas se arrisquem a lançar cada vez mais produtos com carbono neutro – ou até mesmo negativo. O movimento é forte nos setores de produtos químios, plásticos, combustíveis para aviação e materiais de construção.

Carne carbono neutro

Para diminuir a emissão de gases do efeito estufa da pecuária, uma das vilãs do meio ambiente, a carne cultivada em laboratório tem se destacado. Startups como a espanhola Novameat e a israelense Aleph Farms trabalham nesse desafio. Em 2022, as carnes cultivadas devem se tornar tão populares quanto as vegetais.

Regulação de NFTs

Se em 2021 os NFTs (tokens não fungíveis) conquistaram o mercado da arte, a expectativa para 2022 é o estabelecimento de uma regulação que seja adotada pela maioria dos mercados. Só assim será possível evitar disputas como a que envolveu o diretor Quentin Tarantino e a produtora Miramax – ambos dizem ser donos dos NFTs com cenas exclusivas do filme Pulp Fiction, de 1994.

Imunidade super-humana

O campo da terapia com mRNA foi impulsionado pelas vacinas contra o coronavírus. Em 2022, essa tecnologia deve levar a medicina a avanços sem precedentes. O principal objetivo dos estudos sendo realizados hoje é a criação de uma imunidade super-humana, capaz de enfrentar os vírus que virão no futuro.

Descentralização da produção cultural

A imensa popularidade das séries coreanas apresentadas na Netflix mostrou que o império americano do entretenimento está enfraquecendo. Além do impulso para a produção cultural local, o movimento também deve incentivar a busca dos canais de streaming – e dos usuários – por um cardápio cultural mais diversificado..

Valorização do salário

A pandemia destacou não só as desigualdades socioeconômicas ao redor do mundo, mas também a discrepância entre salários de diferentes categorias. Em meio a uma onda de pedidos de demissão, empresas de diversos países estão respondendo com aumentos salariais, seja de forma generalizada, seja direcionada a cargos mais baixos e grupos socialmente marginalizados.

Trabalho nômade em alta

Ao que tudo indica, o conceito de “anywhere office” (“trabalhar em qualquer lugar”, numa tradução livre) veio para ficar, com o surgimento de uma nova força de trabalho totalmente desvinculada de uma sede. Ganham as empresas que buscam atrair talentos adeptos a esse estilo de vida.

Comunidades de saúde mental

Falar sobre saúde mental se tornou mais importante do que nunca durante o último ano, quando 94% dos trabalhadores disseram estar estressados. Para 2022, a novidade é que essa preocupação se tornará mais estruturada, com o aumento da demanda por lideranças empáticas, plataformas de terapia (com humanos ou robôs) e comunidades de saúde mental.

Fonte: https://epocanegocios.globo.com/Tecnologia/noticia/2022/01/10-tendencias-que-vao-moldar-os-negocios-em-2022.htmlDe MATTHEUS GOTO